www.amigosdatradicao.com.br
 


 
 
Busca
 
 
Menu
  Página Inicial
Vocabulário
  Oração do Gaúcho
  Adágios Gaúchos
  Anedotas de Gaúcho
  Dicionário Gaúcho
  Ditados Gaúchos
  Expressões Gaudérias
Costumes
  Churrasco
  Culinária
  Chimarrão
Cavalos
  Origem do Cavalo
  Nomenclatura
  Pelagem
  Fotos
Cultura
  As Lendas Gaúchas
  Os Mitos Gaúchos
  Danças Tradicionalistas
  Indumentária Gaúcha
  Tradicionalismo
História
  Cronologia Histórica
  Estrutura de um CTG
  Gaúcho e sua Origem
  Princípios Gaúchos
  Comportamento
  Ética Tradicionalista
  O Tropeirismo
  Formação da Estância
  Guerra dos Farrapos
Poesias
Músicas
  Cifras
  Letras
  Grupos Gaúchos
Galeria de Fotos
 
Participe do Portal
 
 
Receba Notícias por e-mail
 
Nome:
E-mail:

Adicionar Remover

 
Registro da Marca
   
Lista de Ditados
 
  China de se apresentar pra mãe
  Churrasco de salgar com avião agrícola
  Chuva de molhar bobo
  Com chimango não gasto pólvora
  Com esta corja, palavra não basta; ponta de faca e bala é que resolve
  Com quem veste saia - mulher, padre ou juiz - não se brinca
  Come para viver e não vivas para comer
  Cuia curtida, mate bom
  De caldo requentado e de ar encanado, guarda-te como do diabo
  De cobra não nasce passarinho
  De grão em grão a galinha enche o papo
  De onde tu acha que não sai nada é que não sai nada mesmo
  De reza não sabia um terço
  Deus os fez, o Diabo os ajuntou
  Deus tira os dentes, mas alarga a goela
  Devagar se vai ao longe
  Dinheiro na mão de pobre é como cuspe em ferro quente
  Dinheiro, mulher e cavalo de andar, nada de emprestar
  Dois tatus não fazem casa em um só buraco
  É capando touro que se tem boi manso
  É como cachorro de cego. Só matando
  É na viagem que a bruaca se acomoda
  Em boca fechada não entra mosca
  Em mulher e cavalo novo não se mete a espora
  Em mulher só se bate pra descarregar energia
  Em tempo de guerra, mocotó é lombo
  Emprenhar até china de delegado
  Emprenhar até china de fiscal da Receita
  Esse, nem pra catar bosta
  Estômago de porco, paladar de urubu
  Faca que não corta, pena que não escreve, amigo que não serve, que se perca pouco importa
  Facão novo se quebra, não se dobra
  Fala ao teu cavalo como se fosse gente
  Feliz no jogo, infeliz no amor
  Filho de gato apanha rato
 
[Página 2 de 6]
 
Páginas:  1 2 3 4 5 6
 
Portal Amigos da Tradição - 2004 | 2017 - WebMaster: Jonatan S. da Costa