www.amigosdatradicao.com.br
 


 
 
Busca
 
 
Menu
  P├ígina Inicial
Vocabulário
  Ora├ž├úo do Ga├║cho
  Ad├ígios Ga├║chos
  Anedotas de Ga├║cho
  Dicion├írio Ga├║cho
  Ditados Ga├║chos
  Express├Áes Gaud├ęrias
Costumes
  Churrasco
  Culin├íria
  Chimarr├úo
Cavalos
  Origem do Cavalo
  Nomenclatura
  Pelagem
  Fotos
Cultura
  As Lendas Ga├║chas
  Os Mitos Ga├║chos
  Dan├žas Tradicionalistas
  Indument├íria Ga├║cha
  Tradicionalismo
Hist├│ria
  Cronologia Hist├│rica
  Estrutura de um CTG
  Ga├║cho e sua Origem
  Princ├şpios Ga├║chos
  Comportamento
  ├ëtica Tradicionalista
  O Tropeirismo
  Forma├ž├úo da Est├óncia
  Guerra dos Farrapos
Poesias
M├║sicas
  Cifras
  Letras
Galeria de Fotos
 
M˙sica: Batendo Casco
 

Num bater de casco me larguei a campo fora

procurando um baile daqueles de antigamente

fui de a cavalo porque sempre fui gaud├ęrio

pois um gaúcho não se entrega num repent

e e no caminho já convidei uns parceiros

pra ir comigo dan├žar naquele surungo

e na chegada me "acarquei" com uma morena

e no balan├žo me senti dono do mundo

Esse fandango lá na costa do povoado

era animado pelo gaiteiro Tio João

que lá num canto chacoalhava a gaita velha

acompanhado de um pandeiro e de um violão

e eu na sala me embalava pros dois lados

bem agarrado na filha do nego Juca

esses fandangos de campanha, meu compadre

sempre at├ę mais tarde num belisque e me cutuque


Se o balan├žo ├ę bom

Eu já me largo pra sala

Gaita velha me embala

pros fandangos na fronteira

to acostumado a chegar nesse surungo

e me sentir dono do mundo

quando dan├žo uma vaneira.


Artista/Compositor: João Luiz Corrêa

 
Portal Amigos da TradišŃo - 2004 | 2022 - WebMaster: Jonatan S. da Costa